Como Funciona o Aluguel de Carros nos Estados Unidos

Quem vai passar um período nos Estados Unidos, seja curtindo as férias ou trabalhando, talvez precise de um carro para se locomover, principalmente em Estados como Flórida, Califórnia ou Geórgia, que possuem muitas atrações turísticas e pagar transporte entre cada uma torna-se um incômodo.

Como alugar carros nos Estados Unidos

Desta forma, alugar um carro pode ser uma boa pedida, mas você sabe como funciona este serviço por lá?

Há muitas dúvidas quando pensamos em alugar um carro, contudo, ao ler este post você perceberá que não é tão complicado quanto parece e na sua próxima viagem poderá com tranquilidade providenciar o aluguel de carros nos Estados Unidos e aproveitar ainda mais.

Separamos algumas informações que vão te ajudar a preparar as malas e ao mesmo tempo garantir a comodidade de ter um carro na mão.

Vantagens

Lá nos Estados Unidos as próprias agências de viagens estão aptas para atender o seu pedido e dispõem de boas opções para locação de veículos.

Chegando no aeroporto de alguma cidade norte americana você verá que eles são verdadeiras metrópoles. E são eles mesmo os melhores lugares para alugar um carro, por terem muito mais opções.

Outra vantagem é que o sistema de retirada e devolução dos veículos funciona de forma mais simplificada, e de uma maneira bem prática.

Valores

Algumas locadoras presentes aqui no Brasil são estranjeiras, então pode esperar que você encontrará empresas conhecidas quando chegar nos EUA como a Alamo e a Hertz.

Ultimamente, os sites de pesquisa de preços têm mostrado que a Alamo e a Dollar são as que estão oferecendo as melhores taxas.

Uma dica para economizar no aluguel é contratar logo uma semana em vez de diárias. As empresas de locação oferecem descontos se você fechar os sete dias de uma vez.

Portanto, se for ter certeza que precisará do veículo por vários dias escolha essa opção.

Além disso, se você quer preservar o bolso, antes mesmo de embarcar para a terra do Tio Sam entre em contato com o setor de reservas de sua agência ou no portal das locadoras para pesquisar e fechar negócio.

É muito mais rentável locar um automóvel ainda no Brasil do que quando já estiver em solo norte americano. Saiba também que pela internet há muito mais modelos disponíveis e você evitará filas e economizará um bom dinheiro.

Aluguel de carros

Regras

A dúvida mais comum é se para dirigir nos Estados Unidos a pessoa precisa de carteira de habilitação internacional.

Nos destinos norte americanos mais escolhidos pelos brasileiros para visitar as regras são bem flexíveis, é permitida a utilização de carta de motorista caso você seja turista.

Então, se na hora de preencher o cadastro no portal da locadora você informar que tem residência fixa no Brasil e que estará a passeio, fique tranquilo e leve seu documento brasileiro.

Há também uma diferença de regras entre as categorias daqui e de lá. Nos EUA, com uma carteira de motorista de categoria B é possível dirigir um veículo maior, como uma van, incluída na categoria D no Brasil.

Portanto, se está pensando em alugar um carro grande para caber a família toda vá em frente!

E pedágio, como são pagos? É, não se esqueça que de uma cidade a outra, assim como no Brasil existem esta cobrança.

Geralmente os carros alugados já vêm com sistema de pagamento automático de pedágio e você os pagará quando fizer a devolução.

Mas atenção, algumas cidades não aceitam estes programas de pagamento, então, carregue algum dinheiro para esta finalidade.

Devolução

Como citado anteriormente no tópico “vantagens”, devolver um carro para uma locadora é muito simples. Inclusive, as empresas de locação permitem a retirada em uma cidade e a entrega em outra (ufa!).

Na hora do cadastro procure ver direitinho qual agência é a mais perto de onde você irá estar.

Com estas dicas você conseguirá fazer uma viagem cheia de comodidade e o passeio ficará mais divertido.

Descubra estas outras dicas interessantes que te ajudará na organização de suas viagens. Clique e confira:

Viajar Passagem Aerea – Dicas de Viagens

Deixe seu comentário