Vantagens de Contratar um Seguro Viagem Nacional

Quem não gosta de viajar pelo Brasil, conhecer novos lugares do país tropical, explorar paisagens desconhecidas e curtir ao máximo tudo o que lhe tem de direito?

Poucas coisas são melhores que fazer uma viagem sem nenhuma preocupação.

Experiências assim valem a pena, claro, mas você já parou para pensar que algo pode dar errado e é preciso se precaver?
Para afiançar qualquer infortúnio, as agências de viagens oferecem junto ao pacote opções de Seguro Viagem Nacional.

Seguro ViagemEmbora não seja obrigatório que brasileiros contratem seguro para destinos dentro do Brasil, é recomendável que isso seja feito. Assim como em viagens para o exterior, um seguro viagem nacional pode evitar gastos altíssimos em caso de qualquer ocorrido.

A regra da contratação deste serviço para dentro do Brasil é que o local de destino tenha a distância mínima de 100 quilômetros da origem do passageiro. Pelos sites das seguradoras você consegue fazer simulações de preços e pode comparar entre as concorrentes.

É certo que colocar um seguro “na mala” te ajuda a viajar mais tranquilo, entretanto, é preciso ficar de olho no que está incluído para que suas férias ou viagem a trabalho não resulte em um verdadeiro fiasco.

Cobertura de um Seguro Viagem Nacional

Seguro Viagem

Ninguém é feito de aço, então, qualquer pessoa está suscetível a pegar uma gripe ou torcer o pé mesmo estando a quilômetros de casa.

Optando pela contratação deste serviço você não precisará se preocupar com hospitais presentes em seu convênio saúde pessoal, por exemplo, e poderá se consultar ou ficar internado em qualquer outra rede.

Além de assegurar o viajante em caso de acidentes ou doenças surgidas durante o passeio, há planos que cobrem casos de doenças preexistentes que provoquem surtos imprevisíveis e de acidentes após prática de esportes.

É bom checar ainda se há assistência farmacêutica, pois esta garantirá a compra de medicamentos que sejam prescritos no atendimento médico durante a viagem. Contudo, não é somente para casos de doenças ou acidentes que é válido contratar um seguro viagem.

Pode ser difícil imaginar, mas e se você está no litoral fluminense e acontece um deslizamento de terras próximo ao hotel em que está hospedado? Ou se durante uma viagem ao sul a cidade em que está recebe a presença de um tufão? Neste caso a seguradora te proporcionará hospedagem por catástrofe climática por alguns dias.

Há opções também para quem sofre perda de parentes de primeiro grau, tendo garantido seu retorno antecipado; indenização por morte ou invalidez acidental do próprio assegurado.

Outros motivos para se contratar um seguro viagem são os auxílios que você terá caso perca a bagagem.

Eles tentarão reavê-la, caso seja roubado e neste caso eles adiantarão fundos para você continuar a viagem, bem melhor que pedir para algum conhecido e caso precise retornar urgente para casa você terá garantia de regresso, fique tranquilo.

Diferenças entre planos

Assim como há várias companhias de viagem, também há inúmeras seguradoras que oferecem serviços para viagens dentro do Brasil.
Elas têm planos diferentes para cada caso, dependendo do tempo da estada no destino nacional escolhido e da idade dos passageiros.

Geralmente, para pessoas com menos de 70 anos os planos são mais em conta – é a mesma lógica utilizada para seguros de veículos e de saúde.
Há também planos mensais ou anuais para executivos que sempre estão em viagem.

Os preços também vão variar conforme os serviços escolhidos pelo viajante. Além dos que citamos no tópico acima, muitos outros podem ser incluídos no pacote de seguros e devem ser consultados em cada empresa, assim como os valores.

Diferença entre seguro viagem e assistência

Além do seguro, existe também a assistência e é legal saber a diferença entre eles.

No seguro viagem, caso o passageiro necessite utilizá-lo, ele pagará todas as despesas, e ao retornar, será reembolsado conforme o plano contratado. Como dito acima, é possível ir a qualquer rede de hospitais. Depois, é só pedir o ressarcimento à seguradora.

Já com a assistência, o cliente apresentará um cartão para poder utilizar qualquer serviço. E neste caso, o viajante só poderá ser atendido em unidades conveniadas, porém não precisará pagar pelos procedimentos após o atendimento.

Vale lembrar que muitos planos são vendidos com as duas opções: a de seguro e a de assistência.
É bom esclarecer todas as dúvidas antes de contratar o produto e colocar na ponta do lápis qual o real custo x benefício.

Quer descobrir outras boas dicas que lhe ajudará na programação de sua próxima viagem?

Acesse Viajar Passagem Aerea – Dicas de Viagens

 

Deixe seu comentário